segunda-feira, 16 de junho de 2008

ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE AS FESTAS JUNINAS..




A DANÇA DA QUADRILHA.



A quadrilha é dançada em homenagem aos santos juninos ( Santo Antônio, São João e São Pedro ) e para agradecer as boas colheitas na roça. Tal festejo é importante, pois o homem do campo é muito religioso.
Em quase todo o Brasil, a quadrilha é dançada por um número par de casais e a quantidade de participantes da dança é determinada pelo tamanho do espaço que se tem para dançar. A quadrilha é comandada por um marcador, que orienta os casais, usando palavras afrancesadas e portuguesas. Existem diversas marcações para uma quadrilha e, a cada ano, vão surgindo novos comandos, baseados nos acontecimentos nacionais e na criatividade dos grupos e marcadores.

Simpatias, sortes e adivinhas para Santo Antônio:

O relacionamento entre os devotos e os santos juninos, principalmente Santo Antônio e São João, é quase familiar: cheio de intimidades, chega a ser, por vezes, irreverente e debochado. Esse caráter fica bastante evidente quando se entra em contato com as simpatias, sortes, adivinhas e acalantos feitos a esses santos:
Confessei-me a Santo Antônio,
confessei que estava amando.
Ele deu-me por penitência
que fosse continuando.
Os objetos utilizados nas simpatias e adivinhações devem ser virgens, ou seja, estar sendo usados pela primeira vez, senão… a simpatia não vai funcionar!
A seguir, algumas simpatias feitas para
Santo Antônio:
Moças solteiras, desejosas de se casar, em várias regiões do Brasil, colocam um figurino do santo de cabeça para baixo atrás da porta ou dentro do poço ou enterram-no até o pescoço. Fazem o pedido e, enquanto não são atendidas, lá fica a imagem de cabeça para baixo. E elas pedem:
meu Santo Antônio...( o restante fica a critério da imaginação de cada um...).
Para arrumar namorado ou marido, basta amarrar uma fita vermelha e outra branca no braço da imagem de Santo Antônio, fazendo a ele o pedido. Rezar um Pai-Nosso e uma Salve-Rainha. Pendurar a imagem de cabeça para baixo sob a cama. A imagem só deve ser desvirada quando a pessoa alcançar o pedido. Enquanto isso, o santo... coitadinho!
No dia 13, é comum ir à igreja para receber o "pãozinho de Santo Antônio", que é dado gratuitamente pelos frades. Em troca, os fiéis costumam deixar ofertas. O pão, que é bento, deve ser deixado junto aos demais mantimentos para que estes não faltem jamais.
Em
Lisboa, é tradicional a cerimónia de casamento múltiplo no dia de Santo António, em que chegam a casar-se 200 a 300 casais ao mesmo tempo.

Coitadinho do santo!!!

*** Queridos alunos da Escola Arruda.
Na festa junina, do dia 13/06, vocês mostraram que são criativos e participativos. Parabéns!Para a festa e as apresentações no dia 24/06, tenho certeza que farão ainda melhor. A alegria de vocês contagiou o público. Vamos lá!
Abraços da profª Luciara.

2 comentários:

Anônimo disse...

Luciara, lendo este tua publicação, lembrei da adolescência. Como a gente curtia e fazia as simpatias e sorte no mes de junho, boas recordações....
Abraços

Elis

Iracélia Zeni disse...

Linda postagem.Muito oportuna.Parabéns.Um abraço